Aumento margem dos consignados: Resultado da votação MP 1106!

0

Resultado de votação a respeito da margem dos consignados, beneficiaria milhões de segurados do INSS que estão com contas a pagar! Confira:

Neste ano de 2022, ainda vemos graves consequências geradas na economia e no bolso dos brasileiros devido à pandemia. Ainda com o aumento do desemprego no país, muitos aposentados do INSS, passaram ser o sustendo de seus familiares neste momento difícil.

Viu isso? Oficial: Com alta da inflação, governo eleva salário mínimo VEJA AGORA

Com isso, o Governo Federal acabou no início desse ano, anunciando um pacote de medidas, dentre elas, duas beneficiaria os segurados do INSS. Sendo então a antecipação do 13º salário e o aumento de margem dos consignados aos aposentados do INSS.

Como ficou a margem dos consignados 2022?

Assim, de acordo com a MP 1.106/2022, divulgada no Diário Oficial da União, possibilitou o aumento de margem dos consignados. Dessa forma, ficando 35% para empréstimos consignados e 5% para o cartão de crédito consignado.

Como este aumento de margem, então acabou sendo liberado mais dinheiro para os contraentes desse crédito, sendo aposentados, pensionistas e BPC/LOAS.

CLIQUE AQUI e receba as PRINCIPAIS NOTÍCIAS do Blog da João Financeira pelo WhatsApp

Além disso, o relator do 14º salário na CCJC, Deputado Ricardo Silva, anexou uma nova emenda nesta MP. A emenda 17, possibilita uma suspensão no pagamento das parcelas deste crédito por parte dos contratantes.

Desse modo, pelo período de 120 dias, os segurados do INSS não terão o desconto de crédito consignado em seus salários. Como então, as parcelas desse crédito acabam sendo descontadas de forma automática no salário dos segurados do INSS.

Estas parcelas que não seriam cobradas por 4 meses, seriam passadas para o final do contrato, mas sem a cobrança de taxas de juros. Ajudando assim de forma financeira, os segurados do INSS agora, neste momento difícil.

A MP 1.106/2022, ajuda então muito os segurados do INSS que desejam ou já são contratantes desse tipo de crédito. Como se trata de uma MP, então ela não tem uma longa duração.

Com isso, para ela durar por um longo prazo, torna-se necessário ter a votação no Congresso Nacional. Sendo avaliado o aumento da margem dos consignados na Câmara dos Deputados e Senado Federal. Esta MP, precisa então ter a votação até 15 de julho desse ano de 2022 para então, a medida durar por um maior tempo aos segurados do INSS.

Votação da MP 1.106/2022:

Nesta segunda-feira (20), estava marcada para ocorrer no Plenário da Câmara dos Deputados a votação da MP 1.106/2022. Dessa forma, caso fosse aprovada, já seria uma grande vitória para os aposentados, pensionistas e BPC/LOAS.

Veja agora! Pagamento do décimo quarto salário foi liberado pelos bancos; Entenda

Entretanto, não ocorreu a votação desta MP que possibilita o aumento de margem dos consignados e a suspensão das parcelas por 4 meses. Acabou então sendo discutido outras pautas antes desta medida, no qual, então acabou não tendo tempo para ocorrer a votação.

Agora a votação pode vir ocorrer hoje (21) e os segurados do INSS aguardam neste momento por esta grande aprovação. Caso a medida não for votada até 15 de julho, a margem dos consignados irá retornar ao percentual original.

Além disso, a suspensão dos consignados então não será disponibilizada aos segurados do INSS. Por este motivo, torna-se muito importante a MP ter a votação antes desta data mencionada.

Dica Bônus:

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE AQUI E CONHEÇA NOSSO PERFIL NO INSTAGRAM DO BLOG!

CLIQUE AQUI E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK DO BLOG!

Dica extra: Tenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias: Clique aqui, se inscreva e assista!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.